quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Um beijo


[Ivan's Childhood, Andrei Tarkovsky]




Uma vertigem de cintura leve a rodopiar num desarranjo mudo
Uma picada de abelha a despontar no peito
Um grão de silêncio a romper no calor ondulante


A boca                c
                        o
                                    l
                                               a
                                                           d
                                                                       a    

   
                                                                                           a 
                                                                  outra  
                                                              margem  


31 comentários:

  1. Bom exercício, sem dúvida!
    Para além da delícia, claro.
    Beijo, Miss Smile.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O beijo ou a escrita? :)
      Ambos os exercícios podem ser delicisos...

      Um beijinho, Isabel

      Eliminar
  2. Grande beijo! Fiquei a pensar no que teria acontecido antes e no que terá acontecido depois...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gábi, no YouTube existem várias sequências deste famoso momento do filme de Tarkovsky. A cena que antecede o beijo é magistral.

      Um beijinho, Gábi

      Eliminar
    2. Vou procurar amanhã
      Obrigada :)
      um beijinho e boa noite

      Eliminar
  3. Ah, o beijo! Esse descompassador de corações!

    Beijos, Miss Smile :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse causador de arritmias :)

      Um beijinho, Maria

      Eliminar
  4. um escorrega de palavras...até amanhã :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um escorrega de emoções... até amanhã :)

      Eliminar
  5. Um beijo escrito de forma muito bela e original.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Pedro. O beijo merece :)

      Beijinhos

      Eliminar
  6. Um beijo tomado e entregue sobre o abismo, haverá outro que altere mais vidas? A mudança de margem é a metáfora perfeita...
    E o texto, Miss Smile, lindo, e com uma belíssima edição.
    :)
    Um beijinho e um dia feliz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Blue, interpretou na perfeição a essência do que pretendi transmitir :) O chão sem fundo, o desejo de encostar a outra margem...

      Um beijinho e um dia feliz

      Eliminar
  7. Adoro a poesia figurativa ou visual. Deixo-lhe aqui um dos meus preferidos do Roger McGough. É em inglês, e sobre ténis, mas estou certa de que a Miss e os seus leitores o percebem.

    40-Love


    middle aged

    couple playing

    tennis when

    the game ends

    and they

    go home

    the net

    will still

    be be-

    tween them.

    Espero que fique com este grafismo!! Em ténis 0 é Love ( não sei porquê!!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito bom este poema que aqui nos traz, Virginia!
      De Roger McGough, conheço apenas o poema "Downhill Racer". Nesse poema gráfico, McGough escreve direito por linhas tortas :)

      Um beijinho

      Eliminar
    2. As palavras deviam estar mais separadas e ao meio da página, como pode ver no google.

      bjinho

      Eliminar
    3. Sim, é difícil conseguir tal proeza numa caixa de comentários :)

      Eliminar
  8. Tenho de reaprender a beijar. Ahora com efeitos :))))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estamos sempre a tempo :))

      Beijinho, GM

      Eliminar
  9. O beijo deixa tudo em suspenso ...

    Gostei de rodopiar à volta das palavras, depois de ter também ficado a baloiçar, ali, suspensa.


    Um beijo, Miss Smile

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O beijo pode ser um lume suspenso...
      Com tanto rodopio, até fiquei tonta :)

      Um beijinho, Princesa

      Eliminar
  10. Daqueles em que se perde o norte :)

    Deixo-lhe um beijinho, com norte :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, desses, em que ficamos sem bússola :)

      Outro beijinho, também com norte :)

      Eliminar
  11. Um beijo que transpõe um abismo, só pode ser abismal .

    A sua poesia segue o mesmo rumo. M A R A V I L H A !

    Um beijinho querida Miss Smile

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Fê, o seu comentário é que foi abismal. Muito obrigada. Foi apenas uma tentativa de principiante, mas fico muito contente que tenha gostado :)

      Um beijinho

      Eliminar
  12. Que linda a «tradução» do vídeo!!! Muito bem feita!

    Beijinhos (sem representação gráfica...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O r g d
      b i a a (até as letras ficaram aos pulinhos de contentamento)

      Um beijinho, Graça :)

      Eliminar
  13. Muito interessante!

    Bom fim-de-semana:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Isabel :)

      Um beijinho e bom fim de semana

      Eliminar
  14. O beijo começa muito antes da concretização...a imaginação,a espera, o desejo ...e quando o momento chega: rodopio :)))
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Absolutamente de acordo. Antes de beijar, já vamos tão embalados que o resultado só pode ser um rodopio :)

      Um beijinho

      Eliminar