quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Coração de hibisco



A A. não sabe como é bonita. Se ela visse o que eu vejo, veria o brilho suave do cabelo que lhe cai sobre os ombros, a cintura fina, o corpo a fluir como um rio por baixo da roupa. Contemplaria, com veneração, os pequenos pontos de luz que tremeluzem no fundo dos seus olhos escuros. Mais escuros do que os meus. Um dia, ofereci-lhe um fio com um pendente em forma de coração, que ela usa todos os dias. Se ela visse o que eu vejo, comover-se-ia a ver aquele coração, que podia ser o meu, a subir e a descer na concavidade da sua garganta. Com a ponta dos dedos, gostaria de sentir a pequena cicatriz que tem na mão esquerda, que ficou dos seus tempos de guerreira e que me faz lembrar um raio. Subia às árvores e caía, mas nunca desistiu de esticar os braços para tocar as estrelas. 
A vida pode ser espreitada por incontáveis janelas. Eu tenho uma especial que gosto de abrir para o mar. Nela, disponho memórias macias, como pequenos vasos de hibiscos ao sol, e junto as metades de dois mundos. O mundo antigo que já não cabe nos dias, mas que ainda cabe em mim. E o mundo novo que precisa de ser reinventado sempre que uma lágrima cai e faz subir o mar. Não conheço palavras suficientes para encher o mundo. Mas a vida vale tanto como um livro inteiro de palavras não ditas. E que palavra poderá descrever o que, às vezes, não me deixa respirar de tanto amor?

[Para a minha filha]


26 comentários:

  1. entendo-te tão bem... um dos meus filhos tem uma cicatriz na mão esquerda e uma alma cheia de sonhos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que o nossos filhos herdaram os sonhos das mães :)

      Eliminar
  2. nem sei o que te dizer Miss...vi-me tanto nestas tuas palavras!

    fica bem

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Às vezes, encontramos o máximo no mínimo.

      Tem um dia feliz, Moon :)

      Eliminar
  3. Palavra alguma...apenas o brilho terno e intenso do seu olhar, querida Miss!!

    Um beijinho para ambas! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Neste bonito dia de sol, deu-me para florir :)

      Um beijinho, querida Janita [a Smile mais pequena agradece e retribui o beijinho]

      Eliminar
  4. Há tantas palavras que nos faltam, Miss Smile. Penso, por vezes, que deveríamos inventá-las. Mas esse amor que não tem palavras está tão bem iluminado neste texto que consegue brilhar até em corações alheios.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E as suas palavras, Luisa, trouxeram-me o cheiro aromático do hibisco :)

      Eliminar
  5. coração e olhos de ternura.
    beijinho, MIss Smile.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ou apenas ver com o coração…

      Um beijinho, Mia

      Eliminar
  6. Querida Miss Smile.

    A emoção neste momento não me deixa descrever o poder que as suas palavras tiveram em mim.
    Os olhos de uma mãe vêem a transparência do coração dos filhos a sua tem um lindo e puro coração de hibisco .

    Um beijinho comovido

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que o papel de mãe (e de pai) é o mais paciente e esperançoso trabalho interior que podemos fazer. É conseguir ver o coração da flor de hibisco.

      Um beijinho grato, querida Fê

      Eliminar
  7. Dois mundos que se complementam, se entendem, se amam e às vezes se cruzam. Mas sempre voltam a girar um à volta do outro. Adorei.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Benó. O mundo que construímos assenta numa arquitetura de afetos. É pelo menos assim que eu gosto de ver o meu :)

      Eliminar
  8. Como é sobremaneira profundo e intenso o nosso amor incondicional!
    Querida amiga, adorei a sua prosa poética sobre um assunto que me é especialmente muito querido...
    Muitas felicidades e beijinhos para ambas.
    Desta vez, sorri o meu coração.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, querida Majo. E o mais importante é o que a Majo leu com o seu coração de mãe.

      Um beijinho :)

      Eliminar
  9. Lindo e lindo demais cada expressão trás uma fantástica emoção, uma declaração maravilhosa da sensibilidade, de poesia.
    Há um plano de voo e as manobras são belas que o coração vibra e deixa no ar um perfume doce.
    Um show de inspiração.
    Abraços.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Toninho. Quando o coração levanta voo e rasga o infinito abre-se uma primavera indizível na nossa própria história.

      Um abraço

      Eliminar
  10. Você tem uma sensibilidade única.
    Beijinhos, bfds

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem dias, Pedro… :)

      Um beijinho e um bom fim de semana

      Eliminar
  11. Só quem é mãe consegue responder a essa pergunta, só uma mãe tem uma janela especial, só dela, só uma mãe consegue olhar os olhos dos filhos e adivinhar, sem erro o que lhe vai na alma. Já aconteceu de dizer ao meu marido" alguma coisa se passa com a tua filha( ou com o filho) e ele dizer...não, não acho..; mas eu sei que sim; adivinho no olhar, na maneira de falar quando telefona, no modo de entra em casa quando aqui vem ( não larga a casa!!!) Amiga, nem que fechem todas as portas e janelas, a mãe consegue ver através delas o que vai na alma deles.Aqui, neste magnifico texto provas isso mesmo, amiga. Obrigada pela partilha e pelo significado tão belo que as tua palavras dão à palavra Mãe.
    Amiga, ficaria muito feliz se desses " um pulinho" ao Começar de Novo, pois ele está à tua espera para " partir o bolo " .obrigada e tudo de bom para a tua filha e para todos aí em casa. Um beijinho
    Emilia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, querida Emília. O amor que sentimos pelos nossos filhos é uma espécie de despertador diário dos sentidos :)

      Um beijinho

      Eliminar
  12. Esse amor não cabe nas palavras, e nele as palavras soçobram tanto como as razões.
    Que bonito, Miss :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seria o mesmo que escrever uma música que é inaudível para os outros…

      Obrigada, Olvido :)

      Eliminar
  13. nem sempre tenho razão, mas no teu caso fiquei coberto dela :)
    muito bom o que dizes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Manel, posso não dar tudo, mas não me importo de dar razão a quem a merece :)

      Obrigada :)

      Eliminar