segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

No vazio da distância




Enquanto as palavras se espreguiçam na sombra
                                             recordo o cor-de-laranja mudo da borboleta 
                                                                                                      que vi no verão.