09/03/2018

Falta de profissionalismo



Na lavandaria onde aguardo a minha vez, o negrume paira no ar. Duas funcionárias travam uma discussão acesa acerca do paradeiro de uma camisa. E eu assisto, estupefacta, ao rol de imputações e recriminações que proferem sem qualquer prurido. Às vezes, é na melhor camisa que cai a nódoa e, efetivamente, ali, lava-se roupa suja e engoma-se ressentimentos. É evidente que as mulheres demonstram uma inimaginável carência de competências. Mas o que me deixa ainda mais perplexa é o facto de se digladiarem de forma tão desnecessária e gratuita, quando, por força das circunstâncias, partilham o mesmo espaço e muitas horas do dia. Isso, sim, revela uma grande falta de profissionalismo na vida. É o mesmo que disparar sobre o próprio pé.