27/04/2018

A minha semana


Não sei para onde levarei o coração que prometi devolver, juntamente com as margaridas. E ainda não foi esta semana que tirei o post-it de dor que trago colado ao sorriso. Tenho comido uma bola de gelado todos os dias. Dizem que ajuda. Na terça, encontrei uma mulher com uma tristeza tão grande que daria quatro vezes a volta ao mundo. Comprei dois livros. Comi três tangerinas e tenho pensado duas vezes sobre as coisas, porque duas vezes é melhor. Só esta semana recebi o postal que enviei para mim própria de Espanha. Tenho sonhos escondidos na gaveta que não conto a ninguém. Às vezes, releio o que escrevi e penso como sou dramática. Credo. Hoje bebi limonada ao almoço. O telefone tocou três vezes e eu não atendi. Tenho estado por estar. Impassível. A olhar para a janela das traseiras. É melhor assim. E agora vou ver o mar.